Sou fã da revista Vida Simples, sempre com conteúdo interessante e uma maneira de abordar os temas de forma envolvente. Considero leitura obrigatória.

O tema central de uma antiga edição foi sobre Mudanças. Foram várias matérias envolvendo o assunto e uma delas me chamou mais atenção, onde é discutido sobre como a transformação tem início, se de maneira abrupta, sem avisar, ou se olhada com cautela, conseguiremos perceber que havia uma causa anteriormente à explosão do fato. Boa análise para quem adora falar sobre transformações de visual e autoestima, ainda mais nessa época do ano, onde nossa motivação está em alta, né? Estamos decididas que seremos nossa melhor versão neste novo ano.

Refletindo sobre causas e suas possíveis conexões, concordo que nada acontece por acaso e quando a mudança acontece algo já estava em movimento. A busca por ajuda, independente do tipo de profissional, a mudança de cidade, o novo corte de cabelo, a doença instalada, são apenas consequências de fatos e hábitos e nos resta entender por que e como tudo começou. Sendo positivo, ou negativo, há um fator determinante e ações que direcionam ou intensificam o resultado. A saída será sempre o autoconhecimento, psicológico e físico, para que sejamos todos pilotos e não mais passageiros reféns. Importante dar atenção às ações quando se sabe que a predisposição existe.

Quando recebo uma nova cliente, ou uma nova aluna, gosto de mostrar que sua história pessoal tem tudo a ver com o real motivo pela procura da consultoria de imagem e que a mudança na autoestima e no olhar à si mesma não acontecerá por conta somente da consultoria, podemos dizer que a assessoria faz parte do caminho, talvez um ponto de partida, uma luz para o caminho da sua transformação. A verdade é que a mudança de cada uma começou ao decidir que queria algo novo e no pensar em “Como fazer isso?”, ou seja, a decisão estava tomada. Apenas ajudo a regar uma semente plantada por você.

Por isso, quero te perguntar 2 coisas:

  1. Qual semente da transformação você está regando hoje?
  2. O que já está acontecendo aí dentro de você? (a boa e velha intuição)

Desejo que em 2018 você tenha coragem de olhar para dentro e compreender que suas respostas estão aí, que sua história ajudou na construção de quem você é hoje mas que você pode mudar o rumo, se assim desejar. Não está satisfeita com o que tem, com o reflexo do espelho, com as atitudes que anda tomando…? mude! Não garanto que será fácil, mas aposto que valerá a pena.

Meu desejo de ano novo é que você tenha coragem em construir quem você deseja ser. Isso acontece de dentro pra fora.

Conte comigo.

Feliz 2018!

Beijos, Mari.

 

Facebook Comments
Recommended Posts

Deixe um Comentário