Não é de hoje que o tema é discutido e levado à sério, mas nem todos colocam em prática essa ferramenta tão poderosa.

Olhar para si mesmo como um produto no mundo profissional é bastante comum, mas em todas as esferas da vida somos expostos e precisamos saber “vender o nosso peixe”, seja em relacionamentos profissionais, amorosos, de amizade, familiares ou outros, todo o tempo nos apresentamos em imagem, comportamento e atitudes, daí que surge o seu marketing, você como marca, todos nós como marca. Isso também se dá ao momento de uma sociedade, visto que a individualidade é marca de uma era globalizada.

Com ferramentas do marketing corporativo, conseguimos nos avaliar e construir uma estratégia. Aqui vamos falar sobre uma bastante conhecida, a técnica de avaliação dos 4 P’s (Produto, Preço, Promoção e Praça). A ideia é que você inicie sua estratégia começando com esta atividade. Com papel e caneta na mão, escreva tudo o que vier à mente para cada ‘P’. Vamos falar sobre você e suas conquistas, histórias, experiências… Preparada?

Bom, você é o produto, com embalagem e conteúdo. Aqui, sua imagem, sua arquitetura, seus trajes, jeitos e afins, serão os primeiros a serem vistos e avaliados. A máxima de “A primeira impressão é a que fica” está valendo e faz total sentido. Como diz Souki, “Evidencie símbolos que possam ser facilmente associados pela mente alheia. Lembre-se que os outros vão interpretar a sua imagem de acordo com conceitos que eles têm na memória. Ninguém, em princípio, está interessado em lhe conhecer profundamente; as pessoas só vão se interessar por você se você construir uma imagem de fácil comunicação.”

O preço são ideias, é atribuído ao valor e conhecimentos adquiridos, é o seu conteúdo, o que você tem para oferecer, o seu diferencial no campo das experiências, criatividade e legado.

Promoção é a maneira como você se apresenta, se vende, se valoriza. Passada a fase de ser somente produto, você precisará convencer e aparecer.

A praça faz parte da pergunta: Por onde andas? Fazer parte de grupos diferentes enriquece, abre horizontes e amplia o networking.

Sem dúvidas, para incluir o marketing pessoal na sua vida, você precisará de uma visão 360 sobre quem você é e ele poderá te auxiliar no ponto onde quer chegar. Uma maneira efetiva de mostrar o seu melhor, sem máscaras, com autenticidade e confiança (você fez uma avaliação de tudo o que fez, por onde passou, o que viveu. Isso é ótimo para nos lembrar o quanto já conquistamos). Uma baita ferramenta que possibilita, e soma, autoconhecimento e sucesso.

Agora que já conseguiu compreender um pouco mais, que tal exercitar? É hora de traçar um planejamento e promover a sua marca pessoal. É normal surgirem dúvidas, lembre-se que pode contar comigo. Boa atividade.

 

Facebook Comments
Recommended Posts

Deixe um Comentário