Você já deve ter reparado que seus gostos mudaram com o passar do tempo e, muito provavelmente, já pensou “Como eu tive coragem de sair assim?” e deu boas risadas com suas escolhas fashion do passado (Quem nunca?). Essa é uma prova de que nosso estilo muda, nossos olhos são lapidados com os anos, os acontecimentos no mundo e tudo o que vivemos altera nossos pensamentos e ideias. Imagine ser a mesma que 15 anos atrás, sem as evoluções, erros, acertos, vitórias e coragens que foram decisivas para que você estivesse aí, onde está atualmente. Obviamente queremos falar aqui sobre as boas transformações, com as devidas proporções. É claro que há detalhes que gostaríamos que fossem como antes, ou apenas diferentes, mas foquemos no positivo, na sua evolução pessoal, profissional e de estilo, claro!

Quando criança suas escolhas tiveram como fonte os adultos mais próximos (mãe, pai, avós…), não havia a sua identidade, as suas próprias decisões 100% tomadas e escolhidas por você. Chegada a adolescência sua vontade foi pertencer, experimentar, conhecer e testar. Há grandes chances de acontecer aqui, ao observar as fotos da adolescência, aquele bate-papo interno com risadas e saudades da liberdade de querer ser vários, de se transformar da roqueira à patricinha em pouco tempo. Quantas fontes de inspiração eram vistas e sentidas por você: seus ídolos, amigos, namorados, professores, viagens, livros, músicas… Surgiu o momento de escolher o que quer fazer da vida, decidir quais cursos realizar, a entrada no mercado de trabalho com o enfrentar de novos desafios. Suas inspirações mudaram de foco e você precisou agir de maneira diferente, com a responsabilidade de, agora, ser um adulto.

Se já passou, ou está próximo, dos 30 anos, consegue visualizar o que estamos conversando. Seu momento atual é de transformação, um resgate das inspirações da adolescência (não a toa existem tantos exercícios para a busca do propósito, com a ideia de resgatar seus sonhos, e ideias, do passado, para a busca da realização pessoal), com a união da fase adulta vivida até aqui, com a ousadia de ser quem é adicionando quem quer ser (Aliás, você sabe quem quer ser?). Um desejo de transmitir aos outros uma imagem de “Cheguei onde queria”,  “Estou quase lá”ou “Sou feliz assim!”.

A missão da consultoria de imagem é aliar ‘quem você é’ (eu-real)  com ‘quem você quer ser’ (eu-desejado). É trazer bem-estar e autoconfiança para, seja qual for,  seu momento atual de vida.

 

Facebook Comments
Recommended Posts

Deixe um Comentário