Estava de férias e tive a oportunidade de viajar para Foz do Iguaçu. Um lugar rico de belas paisagens e com um poder de renovação incrível, a energia das águas fortes te faz viajar ainda mais. Por isso quero falar sobre o poder da viagem nas nossas percepções e, para isso, você não precisa nem sair de casa, não se prenda à ideias pré-programadas. Você pode viajar deitado na sua cama através de livros, sonhos, conversas, filmes, pela pura arte de pensar, ou pela maneira tradicional, arrumando as malas e saindo de casa, que aliás, pode ser sua mudança de residência, que será o início de uma nova jornada.

Cansamos de ouvir sobre o quanto somos impactados pelo meio que vivemos, pelas pessoas que convivemos e pelas escolhas que fazemos diariamente, e isso tudo, combinado, te faz ser quem você é, por dentro e por fora. Quanto mais você se expor ao mundo, à novos desafios, à novas maneiras de viver, mais você agregará à sua forma de ver e acreditar na vida e em você mesmo. Sua confiança em si e na vida serão postas a prova todo o tempo e, cada vez mais, o medo deixará de andar ao seu lado, você se tornará ousado, cheio de propósitos e mais feliz.

Viajar, dentro de qualquer maneira citada, te proporciona uma renovação de ideias que te farão maior, sem chances de voltar ao tamanho anterior. Ao olhar novas modas em culturas diferentes conseguiremos expandir a forma como usaremos determinada peça e, quem sabe, encontrar ali a maneira que mais tem a ver com a gente. Aquele encontro de alma, o efeito a-há!

Escolha o melhor meio de transporte para que a sua viagem possa ser feita diariamente, o que importa é que seja feita. Pare de adiar a conversa que você quer tanto ter, a leitura daquele livro que está na sua estante, o filme indicado pelo seu amigo ou aquele sono da tarde de domingo com poder de renovação até da pele, ele poderá te trazer um sonho inspirador. Escolha passeios por lugares que você nunca esteve antes, repare na paisagem, na arquitetura, nos costumes, nas pessoas, sem julgamentos, apenas observando e absorvendo o aprendizado. Escolha livros não somente pela capa bonita, mas pelo título interessante e pelo assunto diferente do que você costuma ler e acesse novos sites.

Permita-se um olhar diferente, um pensar ao contrário do que te disseram que seria o correto, neste caminho contrário você poderá dar de cara com você mesmo e, que belo encontro será, han?!

Facebook Comments
Recommended Posts

Deixe um Comentário